sábado, 12 de maio de 2018

Ah, a maternidade....


Existem muitos mitos, anseios e verdades escondidas nessa que é a maior transformação que uma mulher pode passar. Algumas jogam esse aprendizado pela janela de forma vil, outras são impedidas de passarem por isso, e existem as que simplesmente não querem. Cada uma tem seu motivo e não cabe aqui julgamento. Vamos voltar às que podem, querem e passam pela metamorfose.
Parece lei que tudo que dignifica tenha que ser sofrido. Não concordo, acho que cada mulher deve ter o direito de escolher a forma de parto, sem apontar o dedo ou se achar mais que a outra por opção do tipo de parto. Tive duas gestações e duas cesáreas, e não me arrependo. Se você teve parto normal, ótimo, cada um na sua liberdade de escolha.
Mas aí vem a segunda parte, a parte de cuidar do bebê, aí sim começa a fase da metamorfose final. Onde o encanto, a fantasia dá de cara com a realidade : um serzinho indefeso que depende inteiramente de você. Viramos zumbis maltrapilhos e de temperamento duvidoso, rs. Nessa hora, toda aquela fantasia bonita cai por terra. Aí alguns podem perguntar ou mesmo afirmar de forma maldosa : “ Ah, mas foi opção, se vira “. Fácil julgar, tecer comentários sarcasticamente milimetrados, principalmente por aqueles que não sabem o que é a metamorfose. Pois eu lhes respondo, no alto de minhas duas experiências.....
Fui mãe por opção ( a segunda uma deliciosa surpresa ), passei por transformações, não me deslumbrei, perdi meu cabelo na amamentação das duas gestações, quase perdi minha autoestima.... Mas saí bem mais forte, joguei fora aquela cartilha do “como ser mãe”, afinal de contas, cada uma tem uma experiência e o que serve para mim não serve para o outro. Nunca cedi aos comentários de como tinha que ser ou agir, segui meus instintos e acredito estar fazendo um bom trabalho.  Estou criando duas pessoas, dois cidadãos, que saberão se portar diante dos reveses da vida, das perdas e das desilusões. Não crio filhos, sustentando suas ilusões de "pode tudo", nem do "ter tudo". Quero que saibam que tudo tem um preço e que a língua pérfida do outro só lhes atingirão se deixarem. Em contrapartida, lhes ensino que a gratidão e saber reconhecer o que de bom lhes vem é uma grande virtude. Posso ser dura, mas tenho certeza que as raízes que estou cultivando neles, não será qualquer ventinho ou chuva forte que irá arrancar-lhes da terra.
Joguem fora qualquer tipo de cartilha do como deve ser, sejam o que são, mães, afinal de contas quando a porta se fecha em sua casa, você é apenas o que é, a mãe que pode ser. Lembrem-se sempre que são mulheres, cuidem-se e se amem, porque seus filhos precisam de mães inteiras, e não de mães em cacos.
Sou grata ao universo por poder passar pela experiência duas vezes e faria tudo de novo.
Um grande abraço aquelas mães que não levaram seus filhos em seus ventres, mas que os trazem em seus corações. Outro grande abraço às mães dos filhos de 4 patas, tudo é válido. Ser mãe é um elo que não depende da gestação apenas, mas do amor que os une.

Feliz dia das mães à todas, sejam como forem, são mães!!!!

(Andréa C Narita)

sexta-feira, 21 de julho de 2017

Pérolas da Andréa






O caminho do autoconhecimento, nos leva à mudanças e desenvolvimentos que jamais poderíamos imaginar de dentro de nossa bolha egocêntrica, mesquinha e maldosa. Sair dessa zona de conforto incomoda, mas liberta....

(Andréa C Narita)

terça-feira, 16 de maio de 2017

Pérolas da Andréa


"O aprendizado diário nos mostra que a cada dia podemos tropeçar, cair e levantar. O orgulho nos impede de aprender, e a verdadeira humildade pode se perder. E, diferente do que se propaga, humildade é admitir o erro e consertá-lo, jamais se fingir de coitado, desavisado, escondendo-se atrás de falsa modéstia ou ação dissimulada."


Andréa C Narita 


quarta-feira, 8 de março de 2017

Mulher!






Seja você gorda, magra, alta ou baixa .... tenha consciência de que é "MULHER".

Todas temos encantos mil, diferentes em cada nuance. Somos como frascos de perfume,  parecidos na embalagem, porém com essências diferentes.
Ora marcantes, sutis ou delicadas....selvagens, misteriosas....surpreendentes.
Usem seu brilho, feminilidade e encanto. Seja você: amélia, independente, apaixonada ou descrente.... seja  feliz, acima de qualquer coisa!
Hoje é dia de celebrar....., sim, todos os dias são importantes, porém, cada mulher está onde se coloca. Esteja no topo, independente de qualquer ideologia. Você só terá o respeito que pede, se respeitar-se em primeiro lugar. E, esse respeito não vem do chocar ninguém, vem da sua essência, particularidade. Mesmo porque, quem precisa brigar para se impor, não deve estar fazendo isso direito, pois respeito é conquistado pelas atitudes e pela convicção de si. A mulher poderosa não coloca a culpa em nada, nem ninguém, simplesmente levanta a cabeça e trilha seu caminho.

Toda mulher é poderosa!!!!


Andréa C. Narita



terça-feira, 3 de janeiro de 2017

Feliz 2017, tudo depende de você!!


Fogos, felicidade, compreensão e muitos planos e desejos que o ano traga muitas coisas. Mas peraí, até mesmo nesse momento você quer que lhe tragam e não quer ir buscar? Será que o que você deseja tanto não está ali, só esperando você estender a mão ou dar um passo? Difícil, complicado???
Então, mas todo mundo que conseguiu algo, trilhou uma estrada de pedregulhos e recusas, antes de chegar ao destino. Temos sempre as ferramentas para conseguir, mas não temos o manual, e sabe por quê? Justamente por que nesse manual somos nós que devemos direcionar nossas metas. Não há força maior que a de vontade. O desejo remove montanhas, mas é necessário materializá-lo.
Quer um incentivo? Utilize sua fé (seja ela qual for), mas antes de mais nada também a sua força de realizar. Como? Se vira, utilize um dos melhores instrumentos que o universo lhe deu, o cérebro.
Não se preocupe com a falsidade, os elogios, a inveja, ou seja lá o que mais aconteça, tudo só tem o poder que der. Dê poder ao que realmente importa: você e os que realmente estão contigo.
Não importa quantas curtidas você tenha, a opinião à favor ou contra, nada disso importa se para exaltar ou criticar, o caminho é o mesmo. Se fiar-se por aí estará perdido. Saiba que todo mundo vê (mesmo que não se manifeste,rs) .... mas nem todos irá querer trilhar seus caminhos, nem conseguir ter sua coragem de ser feliz...Isso é para quem tem compromisso consigo e não com platéia, que sabe muito bem indicar como o outro deve ser e fazer, mas que não consegue arrumar a própria vida. Ouça o que os outros tem a falar, mas filtre e utilize apenas o que servir para você.
E viva 2017 e suas inúmeras chances de êxitos!!!

(Andréa C Narita)

terça-feira, 30 de agosto de 2016



É com orgulho que convido à todos para o lançamento do segundo livro em que participo.
A Antologia maravilhosa " Amor em Sangue"
Venham conhecer a mim, Andréa Narita e mais alguns dos outros 15 autores.